Beats headphones

How It’s Made Series: Beats By Dre

How It’s Made Series: Beats By Dre

A marca Beats e toda a firma foi comprada pela Apple. A Apple tratou de colocar os headphones na sua loja à venda, mas os preços mantiveram-se ao nível do produto original. Um engenheiro de protótipos com demasiado tempo livre decidiu ir estudar como eram feitos os headphones Beats.

Depois de desmontar, pesar e avaliar cada peça, a conclusão deste engenheiro foi que o preço a que os headphones eram vendidos era demasiado elevado. O preço somado dos componentes era de $16,89 enquanto o preço a que os headphones são vendidos ronda os $199,00 ou mais. A conclusão da Internet em peso foi “Isto é muito caro!”

Enquanto pode parecer tudo racional, o cálculo feito pelo engenheiro de protótipos deixa de fora o custo que a empresa teve para fazer os seus headphones venderem mais que, por exemplo, os headphones da Sony ou outras marcas. A publicidade da Beats conseguiu colocar o seu som em computadores e na cabeça de pessoas com bastante visibilidade como os jogadores de futebol das seleções nacionais, levando mesmo a FIFA a banir os headphones de aparecerem no Campeonato do Mundo.

Mas no meio desta discussão há quem se tenha esquecido que o que levamos na cabeça não é só o som que vamos ouvir, mas algo que passou a ser um acessório. Aquilo a que se chama uma afirmação de personalidade. Uma coisa destas não se mede exclusivamente pelo custo da soma das partes.

A realidade é que o que pagamos muitas vezes não é apenas a soma das partes, a forma como o conjunto em si funciona como um todo: como um acessório de moda, algo para ouvir música e também para causar invejas aos outros. Este conjunto que compõem a razão para se escolher um produto acaba por pesar mais que o composto da soma das partes.

Tags:

{ 1 comment to read ... please submit second! }

  1. Esse é o trabalho dos departamentos de Marketing das marcas – criar a ilusão de valor. Os consumidores devem ser conhecedores desses mecanismos para tomarem as suas decisões em consciência: devo eu comprar um equipamento por $199 que tem um custo de produção de $17 só porque tem bom aspecto, é da marca X, e faz inveja a Y ou o que eu quero é um bom equipamento para ouvir música? Alguém disse em tempos “nós passamos a nossa vida a gastar dinheiro que não temos (crédito) para comprarmos coisas de que não precisamos para impressionar pessoas de quem não gostamos”. Pagar $199 por uns headphones com o propósito de fazer inveja a alguém fez-me lembrar essa frase.
    Cada um gasta o seu dinheiro como quiser mas não me estou a ver no futuro próximo (durante a minha vida toda por exemplo) a gastar $199 por uns headphones por muito exclusivos que sejam… abraço.

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *