Comando remoto por infra-vermelhos para o Raspberry Pi

Raspberry Pi com sensor infravermelho ligado para testes

Raspberry Pi com sensor infravermelho ligado para testes

O Raspberry Pi como um Home Theater é das coisas mais rápidas de fazer com este pequeno brinquedo. As distribuições como o Raspbmc permitem fazer esta maravilha logo assim que ela sai da caixa. Ligado pela porta HDMI à televisão recebe os comandos do comando remoto da televisão através da funcioanlidade CEC do HDMI.

O comando remoto para o Raspberry Pi pelo protocolo CEC através da televisão não funciona bem como eu esperava. Não sei se:

  • Devido à forma como a Philips o implementa;
  • Porque o Raspberry Pi não responde em condições ao CEC;
  • Porque nada daquilo estava previsto funcionar daquela forma.

A minha experiência com os televisores de hoje é que os fabricantes tentaram enfiar lá dentro tanta coisa que eles não se conseguem nem mexer e por isso o meu culpado estava escolhido: a latência era provocada pelo televisor.

Como não sou de me ficar  a chorar com as fatalidades do destino, fui até ao site Adafruit para descobrir o que tinha de fazer para ligar o recetor infravermelhos de experiências anteriores que tinha lá em casa para receber os comandos por infra-vermelho pelo Lirc. Foi no site do próprio Lirc que fui buscar o esquema que em tempos quis usar para montar um Home Theater PC, mas que não correu tão bem.

Representação do TSOP1738 pelo engineersgarage.com

Representação do TSOP1738 pelo engineersgarage.com

A montagem do site Lirc para uma ligação pela porta série implicava outros componentes que removi com o ferro de soldar. No contactos do recetor de infravermelhos soldei uns fios com uns conectores velhos e liguei as pontas ao GPIO (General Purpose Input/Output) do Raspberry Pi.

O forum de suporte do Raspbmc trás uma explicação completa sobre como montar o recetor, mas os recetores infravermelhos neste site são das séria 4xxx, o que difere nos pin de montagem. Aqui a solução foi ler a referência do meu e pesquisar o esquema dele no Google (PDF).

Depois de instalado, passei à parte de configurar o emissor de infravermelhos, isto é o comando remoto. A parte fácil é ir até à configuração do Addon do Raspbmc através do interface gráfico do XBMC e selecionar um comando remoto que esteja pré-configurado. A parte chata é se não funcionar.

Como ainda tenho o comando remoto prateado da Apple, escolhi essa opção, mas este comando, embora indique que está pré-configurado, nem sempre as coisas são como nos dizem. O que me valeu foi que antes de mim outros houve com o mesmo problema.

A configuração do Apple Remote passa por aceder por SSH ao sistemas Raspbmc por seguir as instruções no próprio forum de suporte a esta distribuição.

Embora tenha conseguido chegar até aqui, porque o Apple Remote só tem 7 botões, ao contrário de outros comandos menos elegantes cheios de botões fruto-a-cores, o funcionamento depende do recetor distinguir se carregámos no botão ou mantivemos lá o dedo. Para isso ainda estou a trabalhar com as instruções do próprio forum de suporte do XBMC.

Tags: ,

{ 3 comments to read ... please submit one more! }

  1. Viva,

    Apenas para deixar o meu humilde contributo, dizendo que tenho o Raspberry Pi ligado a uma TV Toshiba 32rl938g por HDMI e que consigo controlar integralmente o RPi pela mesma via, ou seja HDMI-CEC.
    Estou a usar o XBMC desde há umas duas ou três versões (estáveis) e sempre funcionou lindamente sem necessidade de qualquer ajuste na televisão ou no XBMC/RPi.

    Aproveito para deixar os meus cumprimentos pela informação de grande valor disponibilizada no “Poupar Melhor”.

{ 2 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Sensores para projetos futuros » Poupar Melhor
  1. Kore ou Yatse? » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *