Contas à Continente

Uma das coisas que faço sempre que vou às compras é confirmar o talão das compras. Por isso, sou também visitante relativamente frequente do atendimento a cliente.

Ontem, fiz mais umas compras semanais. Como sempre, entre sair da caixa e chegar ao carro, faço uma confirmação das compras. Das quantidades, dos valores, das promoções, descontos, etc. A primeira verificação é mais global, e depois até chegar ao carro, enquanto espero no tapete rolante, faço verificações mais cuidadosas.

Algumas vezes vejo como me despistei. Outras vezes, regozijo com os bons descontos conseguidos. Este fim de semana, nem 5 metros já tinha andado, e já estava a travar para encostar nas boxes do atendimento a clientes…

Depois de ter saído da caixa às 11:06, tirei logo o ticket para ser atendido. Fui apenas atendido às 11:26. Só me despachei eram 11:32. A razão da queixa era bastante simples:

Banana ao preço de kiwi de "selecção"!

Banana ao preço de kiwi de “selecção”!

Em vez de me cobrarem banana ao preço de banana, cobraram-me ao preço de kiwi de “selecção”! Se não estivesse atento, tinha pago 4.68 € em vez de 1.55 € que acabei por pagar. Mais de 3 euros que iam ficar com o Continente…

Mas o pior foi confirmar que há outras pessoas a olhar com atenção para as compras. Quem tinha sido atendido antes de mim tinha pago 9.99 € por um pacote de massas, que pouco mais de um euro deviam ter custado. Tinham comprado no dia anterior, Sábado, e por isso tinham voltado de romaria no Domingo…

Agora, vou passar a confirmar tudo antes de sair da caixa. Nem que tenha que ficar a encravar aquilo. Mas, assim, deixo de arriscar a perder meia hora da minha vida por incompetência de outros…

Tags:

{ 5 comments to read ... please submit one more! }

  1. A.Sousa, quem fez a pesagem das bananas, o Sr. ou o funcionário?

  2. Rui,
    No (meu) Continente, é sempre o funcionário a pesar. Neste caso, até louvei a funcionária, pela eficácia que demonstrou. Estava uma fila grande, e ela conseguia dar conta de três balanças ao mesmo tempo. Mas, como diz o provérbio, depressa e bem há pouco quem…
    Como constatará, a culpa foi efectivamente dela, mas não é a ela que atribuo as culpas, porque há sempre uma cadeia de responsabilidade. Na verdade, o que me incomodou profundamente foi a história das massas, e que me leva a pensar que os erros são muito mais abundantes do que possamos pensar.
    A sua pergunta levanta igualmente outra ideia. Mas, posso-lhe dizer, que nunca detectei ter sido beneficiado, e se o fosse teria o mesmo comportamento. O que não é o mesmo que aproveitar promoções estranhas, do género destas
    http://www.pouparmelhor.com/promocoes/pagaram-me-para-comprar-skip/
    pois nestes casos não são “tecnicamente” enganos…

  3. Olá, Obrigada pela informação, vou ter mais atenção as minhas compras, nunca reparei se o nome da fruta era o correto. Obrigada.

  4. Esta questão de ser o cliente a pesar os seus produtos, origina estratégias que permitem uma boa poupança…Mas estaria a ser mauzinho….Mas é o que estas grandes superfícies de consumo merecem. E mais não digo porque facilmente atingem a minha ideia.

  5. Rui,
    No meu Continente, a pesagem é sempre feita por um funcionário. Mas sim, já estive em outros hipers (já não me recordo se Continente) em que a pesagem era feita pelo cliente. Obviamente, em Portugal isso não funciona bem…

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *