A segurança das chaves de proximidade

As chaves de proximidade dos automóveis são uma daquelas coisas giras, mas que levantam os cabelos a quem se preocupa o mínimo com questões de segurança. As chaves de proximidade são aquelas que permitem a entrada num automóvel, e um arranque, sem literalmente a chave sair do bolso ou da carteira.

O problema das chaves de proximidade é o de qualquer sistema sem fios. A intercepção da comunicação sem fios, quando essa comunicação não está codificada/encriptada, permite muitas vezes verificar logo o que se está a passar, e efectuar ataques de repetição, alteração, e muitas outras variantes. Mas, mesmo quando há codificação, há ataques que são possíveis!

A questão surgiu nas últimas semanas porque foi referenciada no podcast mais conhecido de Segurança, o Security Now, mais concretamente no episódio 508. Na verdade, o artigo referenciado é muito antigo, sendo de 2011, intitulado “Relay Attacks on Passive Keyless Entry and Start Systems in Modern Cars“. Nesse artigo, investigadores de uma Universidade Suiça demonstraram como é possível entrar num automóvel com este tipo de chaves, com o seu dono muito longe do automóvel. Os testes efectuados demonstraram esta vulnerabilidade em dez modelos de oito fabricantes.

Ataques deste género são conhecidos há muitas décadas. Neste documento aparecem referenciados como “relay attacks“, mas são também genericamente conhecidos como “man-in-the-middle attacks“. Uma das histórias mais interessantes neste domínio é o do MIG-in-the-middle, embora não passe aparentemente de uma história… Por isso, é frustrante que os fabricantes de automóveis tenham embarcado numa solução destas…

A parte mais preocupante é que há muitos relatos de ladrões e atacantes a tirarem partido deste problema. É um ataque barato. Segundo uma notícia do jornal The Star de Toronto, no Canadá, estes ataques estão a ocorrer em quantidade. Alguns ataques foram mesmo presenciados pelos próprios, como este caso de Los Angeles. E alguns destes ataques já foram filmados, como se observa nos vídeos abaixo:

O que é que podemos fazer se tivermos um veículo com este tipo de chaves? Algumas ideias ficam registadas abaixo:

  • Enfiar as chaves num frigorífico
  • Arranjar um porta chaves que seja uma gaiola de Faraday. Para verificar se funciona bem, a chave dentro desse porta chaves não deverá permitir a abertura do carro, mesmo que na sua proximidade.
  • Tirar a pilha da chave de proximidade aparentemente também resolve o problema, tendo que ser utilizada a chave substituta.

Tags:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *