Coeficiente localização no IMI

A recente polémica relativamente ao IMI evidenciou como quase todos nós pagamos este Imposto sem conhecer a grande maioria dos pormenores que condicionam o valor que pagamos.

Dos vários factores multiplicativos que influenciam o IMI, o coeficiente de localização é provavelmente um dos que mais condiciona o valor que pagamos neste imposto. Segundo o artigo 42º do Código do IMI, este coeficiente pode variar entre 0.4 e 3.5, uma diferença de quase 10 vezes!

O coeficiente de localização sofreu no início do ano alterações, as mais profundas desde a criação do IMI. No meu caso, nada se alterou.

Se tiverem curiosidade de verificar como é que esses coeficientes são atribuídos, a AT disponibiliza um site onde podem consultar essa informação. Fui à procura dos locais com melhor coeficiente de localização, pois os coeficientes mais baixos não parecem sequer existir na zona de Lisboa, o que não deixa de ser compreensível. Há vários locais com coeficiente 3.5, como é o exemplo abaixo, da Quinta Patino:

Coefiente de Localização Quinta Patino

Coefiente de Localização Quinta Patino

O site permite-nos ainda ver qual o coefiente majorativo no caso de moradias unifamiliares, um coeficiente majorativo que varia entre 0 e 0.20. Na região de Lisboa, não consegui encontrar nenhum local superior a 0.17, sendo que encontrei um valor de 0,2 na Quinta do Lago, no Algarve:

Coeficiente de

Coeficiente Majorativo de Moradia Unifamiliares é o máximo na Quinta do Lago

A recente alteração destes coeficientes pode alterar o IMI a pagar. Se verificar que esse coefiente diminuiu, então numa nova reavaliação, poderá ficar a pagar menos. Todavia, e conjugado com as recentes alterações, que permitem às Câmaras e Freguesias pedir novas reavaliações, a surpresa deverá estar reservada a quem mora numa zona em que este coeficiente subiu…

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *