Poupar electricidade

poupança energia

Segundo uma notícia de ontem do Público, os Portugueses reduziram o consumo de electricidade em 3,2% durante o ano de 2011. Os dados da poupança de energia eléctrica foram obtidos pela Quercus, que anota que foi em Dezembro que os Portugueses mais conseguiram poupar energia eléctrica, reduzindo o consumo em 10,3% relativamente ao mesmo mês de 2010. Queremos acreditar que os leitores do Poupar Melhor deram o seu pequeno contributo!

É que no Poupar Melhor temos evidenciado como poupar na electricidade, estando os artigos agrupados na tag electricidade. As estratégias são variadas, desde a poupança na potência dos contadores, passando pela tarifa bi-horária, ou mesmo tri-horária, até à percepção do consumo dos nossos electrodomésticos (eg. frigoríficos). Continuaremos a evidenciar como poupar electricidade não é assim tão difícil, e a dar exemplos práticos. Acreditamos que é possível que a poupança de electricidade seja ainda maior!

Tags:

{ 2 comments to read ... please submit one more! }

  1. http://ecotretas.blogspot.com/2012/01/o-paradoxo-da-poupanca.html

    Parafraseando o saudoso Fernando Peça, “E esta, hein”?! ;)

  2. Se todos poupássemos, como propomos no Poupar Melhor, o que se deveria sobrepor seria o principio da oferta e da procura, em que com menos procura os preços baixariam, pois caso contrário, com o aumento da procura os preços aumentariam.

    Acontece que o principio da oferta e da procura não se aplica no caso do mercado monopolista ou/e regulado.

    A situação tem vantagens porque impede o monopolista ou a empresa com posição dominante de mercado de condicionar o mercado fazendo movimentos inflacionistas em contra ciclo, mas tem este tipo de desvantagem.

    Nós aqui no Poupar Melhor somos não pela poupança apenas porque há sempre mais um cêntimo para espremer ao orçamento, como na anedota do cavalo do inglês, mas porque consideramos que o uso que fazemos dos nossos recursos pessoais tem de ser eficaz e eficiente e por isso vamos continuar a publicar as nossas experiências.

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *