Previsões Económicas furadas

As previsões são uma chatice! São chatas porque, mais cedo ou mais tarde, chega o dia de se confrontar a realidade com essas previsões… As previsões podem ser de vários tipos, mas hoje vamos evidenciar um caso que deu algo que falar lá fora, sobre como as previsões dos modelos económicos não são seguidas pelos comuns dos mortais! Como mete Economia e Poupança, é particularmente interessante no contexto deste blog, até porque me lembrei imediatamente de um caso célebre de contas engatadas por causa dos consumidores chatos, que não querem gastar dinheiro!

Tudo começou no outro dia quando li este artigo do Zero Hedge. Parece que os consumidores dos Estados Unidos não estão a seguir as ordens da Reserva Federal Americana. A história começa na verdade com um artigo no Wall Street Journal, de Jon Eric Hilsenrat, o seu principal correspondente económico, responsável pela cobertura da Federal Reserve. Algumas das tiradas incluem:

  • You have been saving more too. You socked away 5.6% of your income in April after taxes, even more than in March. This saving is not like you. What’s up?
  • We can’t count on the rest of the world to spend money on our stuff. The rest of the world is in an even worse mood than you are. You should feel lucky you’re not a Greek consumer.
  • Fed officials want to start raising the cost of your borrowing because they worry they’ve been giving you a free ride for too long with zero interest rates.

É claro que o WSJ foi inundado de comentários eloquentes. Tantos, que o autor no dia seguinte veio dizer que era só ironia. Pois claro…

A leitura do artigo original transcrito pelo Zero Hedge dá-nos um conjunto de pistas para perceber como os modelos económicos que por aí andam não resistem a um pequeno contratempo: as pessoas! Por isso é vê-los nos Media, autênticas baratas tontas, a queixarem-se de tudo e mais alguma coisa. E não interessa se são de esquerda ou de direita, Keynesianos ou Monetaristas.

O problema que hoje assistimos em todo o Mundo é que as pessoas têm cada vez mais interiorizados os conceitos económicos. Até em Portugal já muita gente domina termos económicos, que seriam inimagináveis há pouco mais de meia dúzia de anos. Adicionalmente, a Internet dá-nos a conhecer, muitas vezes em tempo real, o que está a acontecer! É por isso uma ilusão que teorias de há dezenas de anos podem ser adaptadas à realidade corrente e futura, sem contemplar estes factores básicos! Por isso, os modelos económicos garbage in, garbage out que temos hoje em dia, não servirão de muito se não incorporarem estas pequenas grandes variáveis…

Previsões Económicas segundo Dilbert...

Previsões Económicas segundo Dilbert…

Tags:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *