Probabilidades do Euromilhões?

Já aqui abordamos várias vezes o Euromilhões. Os leitores atentos conhecerão o artigo sobre o nosso melhor conselho sobre como ganhar no Euromilhões: não jogando! Também referimos a evolução dos pequenos prémios, e antes havíamos referenciado alguns dos impactos derivados das alterações efectuadas em Maio de 2011.

Depois das alterações de 2011, o Euromilhões voltou a sofrer alterações há cerca de um mês. As mais badaladas foram obviamente o aumento do valor da aposta para 2.50€, um aumento de 25%! Com muita publicidade ao Milhão, a maioria dos jogadores não terá percebido o que aconteceu…

Para mim, o mais relevante que aconteceu foi a introdução de mais uma estrela, a 12ª estrela. Foi enfiada à socapa, mas isso é o mais relevante! Com mais uma estrela, as probabilidades de acertar na chave completa passaram a ser de 1 em 139 838 160. Como as probabilidades anteriores eram de 116 531 800, é fácil de ver que as probabilidades de acertar no Euromilhões passaram de repente a serem 20% (exactamente 20%, o que é óbvio em termos matemáticos!) piores do que já eram, e que já eram piores que más!

Se olharmos para a versão inicial do Euromilhões, prévia a 2011, a coisa fica ainda mais preta! Na altura, a probabilidade de acertar no Euromilhões era de 1 em 76 275 360, o que significa que agora é 83.3% mais difícil acertar que há 5 anos atrás! Para mim, intuitivamente, o recente aumento de uma estrela só deverá ter um único significado: os Europeus devem estar a jogar cada vez menos, pelo que este terá sido uma forma de tentar manter as receitas neste jogo. É que isto determinará cada vez mais jackpots, a única motivação que continuará a atrair as pessoas ao jogo. Vou ter que escavar mais fundo para ver se isto será verdade…

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *