Viagens de avião mais lentas?

Uma notícia de ontem do Daily Mail a relatar que as viagens de avião há 40 anos atrás eram mais rápidas que hoje, deixou-me naturalmente surpreendido… O meu primeiro pensamento foi logo para as traquinices praticadas nos aeroportos, e parece que essa minha primeira impressão não era despropositada.

Primeiro, vamos a factos. A Business Insider tem um pequeno video neste link, onde refere que há mais de 40 anos, um voo entre Nova Iorque e Houston demorava 2 horas e 37 minutos. Aparentemente, hoje demora 3 horas e 50 minutos???

A primeira explicação que dão é que as companhias andam a poupar combustível. Por isso, voam mais devagar… E os pilotos recebem ordens para tirar os pés dos aceleradores, ou seja lá a forma como se acelera lá em cima… É que não são só os carros a esgalhar nas autoestradas que consomem muito mais! E parece que as companhias aéreas poupam uns milhões, só por adicionarem uns minutos ao trajecto…

Mas isso não explica a demora acima! Parece que outro truque é dizer simplesmente que a viagem vai ser mais demorada do que é normalmente, até para depois se gabarem que chegam a horas, ou até antes? Clientes mais felizes, porque chegam antes da hora, mas mais tarde que antes? Uma descrição longa desta técnica é dada neste artigo, com revelações de que muita da propaganda não é suportada,  embora a TAP pareça estar a melhorar neste domínio.

E os truques não ficam só por aí! No artigo do Daily Mail, há mais pistas, com um piloto a avançar que os aviões mais novos são feitos para voarem mais lentamente, justamente para poupar no combustível. É por isso que aparentemente os novos Airbus A330 são mais lentos que os velhinhos 747.

O Telegraph diz neste artigo que o problema é generalizado, dando o exemplo do trajecto entre Madrid e Barcelona, que agora parece levar mais 20 minutos que antes. Os dados podem ser vistos no gráfico no fundo deste artigo, onde se verifica como o tempo de viagem tem aumentado ao longo dos últimos anos.

Há todavia outros factores que também contribuem para isso. O congestionamento aéreo é naturalmente maior, e se tiverem o azar de aterrar em alguns locais, como a nova pista de Amsterdão, são cerca de 15 minutos a passear de avião pelo aeroporto… E as voltinhas por cima das grandes cidades, como é o exemplo de Londres, são bem conhecidas dos passageiros frequentes.

Enfim, mais um conjunto de truques bem esgalhados, e que visam dizer que estamos cada vez melhores, embora na verdade o que se verifique seja uma regressão na grande maioria dos parâmetros. Valha-nos que o preço das viagens não foi certamente um deles!

Tempo de viagem Madrid-Barcelona ao longo dos últimos 20 anos

Tags:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *