Resistência ao Rolamento

É muito habitual ouvirmos falar da importância dos pneus, quando se abordam formas de reduzir o consumo de combustível nos veículos automóveis, e não só. A mais habitual diz respeito a manter a pressão adequada, aspecto ao qual nos referiremos proximamente. Por agora, concentremo-nos na importância do pneu, e vamos supor que essa variável está correctamente tratada.

Nem todos os pneus nasceram iguais, como todos sabemos. Muitas vezes desconhecemos até a importância de algumas das suas características. Conforme decorre deste artigo cerca de 1/3 da energia transmitida pela direcção às rodas são perdidas na resistência ao rolamento! Tal consiste essencialmente em percas de calor, devido ao aquecimento do pneu em contacto com o pavimento. Os fabricantes acenam com valores fantásticos que devem todavia ser tomados com cautela. Mas, a verdade é que raramente olhamos para este parâmetro na hora de escolher um novo jogo de pneus… Felizmente, segundo a imagem ao lado, retirado deste extenso documento americano, os fabricantes de pneus têm melhorado este parâmetro ao longo dos anos!

Segundo o documento anterior, para a maioria dos veículos de passageiros, uma redução de 10% na resistência ao rolamento permitirá uma redução de 1% a 2% no consumo de combustível. Considerando que um pneu fará umas dezenas de milhares de quilómetros na sua vida útil, qual será a poupança? Façamos as contas:

  • Pneu para 40 000 Km, fará 400 x 100 Km.
  • Se o consumo médio for de 7l/100Km, então serão consumidos 7 x 400 = 2800 Litros de combustível
  • Uma estimativa conservadora de poupança, 1%, significa 28 Litros de poupança
  • Considerando um custo de combustível de 1,50€, a poupança seria de 42 euros
  • A dividir por quatro pneus, dá pouco mais de 10,50 euros por pneu

Se o preço dos pneus for igual, então compensará comprar o de menor resistência ao rolamento. Se for muito maior, ainda se poderá justificar se as variáveis anteriores forem distintas. Cabe ao leitor complementar as contas para o seu caso!

Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *