A sardinha

Uma belas sardinhas em www.petiscos.com

Uma belas sardinhas em www.petiscos.com

Nesta altura do ano, as sardinhas assadas são um dos pratos preferidos de muitos portugueses. Eu gosto, mas não sou dos maiores apreciadores…

Também sabia pouco sobre as sardinhas. Mas com este documento do IPMA, apreendi muitas coisas sobre este pequena peixe. Que é um dos peixes mais pescados na UE, e 40% em Portugal.

Por isso é necessário proteger a sua pesca. A sobrevivência dos juvenis é muito dependente de factores ambientais. E uma sardinha demora cerca de 200 dias a atingir um comprimento de 10 cm, sendo que se reproduz pela primeira vez entre 1 e 2 anos de idade. Tem uma longevidade todavia bastante superior ao que pensava, pois vivem tipicamente 7 a 8 anos. O recorde parece ter sido uma sardinha com o cumprimento de 27.6 cm, com uma idade de 13 anos.

A reprodução ocorre tipicamente entre o Outono e Inverno. A altura ideal para se comer umas sardinhas é por esta altura, tipicamente associada também aos Santos Populares de Junho. A apresentação até cita dois provérbios que achei interessantes.

  • Sardinha de S. João já pinga no pão
  • Sardinha em Março não a comas nem dês ao gato

O documento termina com os dados nutricionais da sardinha, com destaque para o ómega-3, que sabemos ser um excelente suplemento associado ao benefício em sintomas de cancro, embora mais inconclusivo na prevenção de doenças cardiovasculares.

Tags:

{ 3 comments to read ... please submit one more! }

  1. Mais uma curiosidade, as sardinhas só deverão ser comidas nos meses do ano que não tem a letra “r”, altura em que são melhores…

  2. Apenas para chamar a tenção para um erro ortográfico repetido. “cumprimento” é forma do verbo cumprimentar. Na medida da sardinha, ou de qualquer outra coisa, deveria ter escrito “comprimento”.

  3. Lobo,
    Obrigado pela correcção! Vai escapando uma ou outra deste género ;-)

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *