Consumos de um ar condicionado

Nos últimos dias o calor tem sido substancial. Aproveitei por isso para fazer um gráfico de consumo de um ar condicionado num espaço em que ele teve que se esforçar um pouco. O resultado é a imagem abaixo, que evidencia uma evolução específica de consumo.

Numa primeira fase, pelas 7:30 da manhã, verificou-se o arranque do sistema. Após um pico de consumo de alguns minutos, baixou ligeiramente, seguindo a partir daí uma tendência de aumento de consumo, até pouco depois do meio dia. Durante esse período, a temperatura foi descendo, até se aproximar da temperatura programada no ar condicionado. A partir daí, começaram a ser observados momentos alternados de consumo de energia, com outros de ausência de consumo (apenas o consumo marginal). Esses períodos de ausência de consumo foram-se tornando cada vez mais frequentes, tendo também diminuído os picos ao longo da tarde.

Consumo de um ar condicionado

Consumo de um ar condicionado

Uma análise ao período do início da tarde, em que se iniciaram os períodos de alternância de consumo, evidencia que os períodos de ausência de consumo foram mais ou menos semelhantes, com esses períodos de ausência de consumo a se tornarem mais frequentes à medida que a temperatura estabiliza:

Detalhe do período do meio dia

Detalhe do período do meio dia

Esta evolução é interessante porque alimenta a discussão se se deve manter os equipamentos ligados, mantendo estável a temperatura, ou se porventura se devem desligar sob pena do consumo ser maior quando se liga, conforme a primeira imagem…

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *