Custo da água

Muitos de nós não olhamos com a devida atenção para as facturas da água. Talvez por serem tipicamente inferiores, em valor, às da electricidade, não procuramos verificar como podemos contribuir para a sua diminuição. Também a poupança da água é um tema menos difundido que a poupança da energia eléctrica.

Um dos primeiros pontos mais importantes sobre o custo da água é que ele varia significativamente de concelho para concelho. Reparem como os custos da água são tão diferentes, mesmo na zona metropolitana de Lisboa (eg.   Montijo, Loures, Lisboa, Oeiras/Amadora). Nos quatro exemplos observados, os custos para, por exemplo, un consumo de 5m3 num mês, variam entre 0,91€ em Lisboa e 2,64€ em Loures. A partir dos 5m3, o preço dispara em todos os concelhos… Há, por isso, motivações diferentes para a poupança de água!

Mas tal como na factura da electricidade, na factura da água não paga apenas a água. Paga por consumi-la e por ser necessário tratá-la nas ETARs, depois de a consumir. E no nosso caso ainda pagamos taxas de resíduos sólidos, taxas de recursos hídricos e taxas de gestão de resíduos. Tudo isso indexado ao consumo de água. Ou seja, se consumir menos água, os serviços pensarão que deixará de ter menos resíduos. Num exemplo de uma factura de um dos meses anteriores, o nosso custo da água foi apenas 32.4% do total da factura!

A poupança da água é por isso muito preciosa para a sua carteira! Poupar um metro cúbico significa deixar de pagá-lo a uma taxa muito mais elevada, e significa que poupará nas taxas associadas. No nosso caso, o último metro cúbico consumido o mês passado significou um custo de mais de 5 euros!

Tags:

{ 1 comment to read ... please submit second! }

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Custo do m3 de água » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *