Detalhe sobre as ofertas do mercado liberalizado da electricidade e gás

Tarifas vistas à lupa

Tarifas vistas à lupa

A saga da mudança para o mercado liberalizado da electricidade continua. Agora, para o caso cá de casa, e consultando o simulador da ERSE a oferta bi-horária da EDP em mercado liberalizado já é uma oferta mais competitiva que a do mercado regulado, em cerca de 20 euros por ano. Mas este é o nosso caso, e sabendo que cada caso é um caso, não deixe de simular o seu…

Mas este artigo serve para referenciar um documento que a ERSE produziu com as ofertas de electricidade e gás natural, no mercado liberalizado, disponíveis a 18 de Janeiro. Este documento parece estar a ser constantemente actualizado, e enumera os “preços de referência no mercado liberalizado de energia elétrica e gás natural em Portugal continental”.

Mas mais importante que os preços, o documento realça as condicionantes das ofertas, e apresenta umas quantas observações sobre essas condições. Particularmente relevante parece ser o facto de os contratos de electricidade terem, em todos os comercializadores, pelo menos 12 meses.

Para além da liberalização do mercado da electricidade, é preciso não esquecer o do gás natural, e que o documento também referencia. Bem como as ofertas conjuntas de electricidade e gás natural. É, pois, um documento relevante para nos apoiar nesta difícil tomada de decisão…

Tags: ,

{ 7 comments to read ... please submit one more! }

  1. Agradecido pela informação!
    B.S.

  2. António,

    Também tenho utilizado o simulador da ERSE. É útil. Dadas as actualizações de 1 de Janeiro à tarifa transitória do mercado regulado, vou mudar de fornecedor. Além das ofertas que constam do documento, também há a da Iberdrola: http://goo.gl/rt3CX. Acontece que a tarifa que eles ofereciam, e que ainda consta do site, apenas era válida até 31 de Dezembro. Deve ser por isso que já não consta do site da ERSE. Ontem a Iberdrola informou que entretanto lançam nova campanha. A ver vamos.

    A tarifa da Iberdrola, que tarifa simples, é, para mim, interessante. Por apenas mais 25€/ano (3,8%) que a oferta mais barata (EDP bi-horária) acaba-se a preocupação de fazer os grandes consumos em períodos de vazio. E atenção que estamos a falar de uma casa onde se faz um grande esforço para consumir preferencialmente nos períodos de vazio. A distribuição vazio/fora de vazio é 49%/51%.

  3. Isaac,
    Essa distribuição de consumo é muito interessante! Em fora de vazio, tipicamente o meu consumo em casa é inferior a 40%.

  4. António,
    Pois é. Não fazia ideia que fosse assim até analisar as leituras para escolher novo fornecedor. As máquinas de lavar (e secar…) têm arranque diferido e funcionam (quase) sempre em horas de vazio. O forno também quase só funciona ao fim-de-semana. Enfim, faz-se o possível para a pancada ser pequena.

  5. Estive a analisar a oferta da edp comercial em tri-horário e é um autêntico roubo, ou será que estou a ver mal!? Estive a fazer contas e no meu caso fica igual à tarifa normal. Já o bi-horário tem alguma vantagem. Não percebo estas políticas. Vejam os valores em https://energia.edp.pt/particulares/eletricidade/casa/tarifarios.aspx

  6. E já repararam na forma e na informação existente na fatura em papel do mercado liberalizado, neste caso da edp comercial??? em termos de informação aoconsumidor e na data prevista de envio da leitura, a mesm é omissa…Isto dava um bom tópico.

  7. Ainda não vi nenhuma dessas facturas. Consegue enviar-me uma: pouparmelhor@gmail.com

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *