Medindo uma fuga de água no contador

A semana passada falamos da nossa experiência da fuga de água. Tudo a propósito duma fuga de água que detectamos na parte comum do condomínio.

Em vez de partir a parede à procura da fuga, entendemos analisar melhor o problema. Sugeri que os contadores deveriam ser suficientemente precisos para poder detectar a fuga que se verificasse, isto claro se a fuga não fosse na coluna de água do prédio.

Para validar esta hipótese, coloquei uma câmara no meu contador, enquanto fazia a experiência com a fuga simulada na cozinha. E o que verifiquei, através de fotografias, era que o contador se mexia, embora tão lentamente que era impossível detectá-lo ao olho humano.

Por isso, voltei às filmagens. Como podem ver no vídeo abaixo, acelerado na parte do contador 16x, a parte central do contador mexe-se claramente, bem como o ponteiro vermelho à direita.

Depois de validar a hipótese, foi uma questão de filmar os contadores mais prováveis. Começamos pelo piso mais provável. Um dos contadores era diferente do do vídeo, mas também muito sensível. Dois dos contadores mantiveram-se imóveis, mas o outro mexeu-se lentamente! Passou, por isso, a ser o candidato à fuga. Mais uns testes vão ser efectuados, mas a perspectiva agora é partir muito menos parede!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *