Potência dos contadores

A forma mais rápida de começar a poupar na conta da electricidade é diminuir a potência do contador. Quanto maior é a potência do contador, mais se paga em termos do valor fixo mensal. A poupança é tipicamente maior que a conseguida através da tarifa bi-horária, mas exige igualmente um planeamento no consumo eléctrico. Se tem, por exemplo, um contrato de 10,35 kVA, e conseguir reduzir para 6,9 kVA, então conseguirá poupar por mês, (15,37-10,44)=4,93 € + IVA! Felizmente, neste momento é possível alterar a potência do contador sem que seja necessário pagar essa alteração. Tal poderá vir a mudar no futuro.

Se o quadro eléctrico de casa vai frequentemente abaixo, então esta não deverá ser uma opção possível. A diminuição da potência contratada significa que não poderá ter consumos elevados em simultâneo. Saber qual é o seu consumo de pico máximo não é tarefa fácil, pelo que a variação da potência contratada poderá ter que resultar de experimentação. Voltaremos a este assunto brevemente.

O segredo é programar os consumos elevados de uma forma não simultânea. Ou seja, consumos como fornos eléctricos, ferros de passar a ferro, chaleiras, máquinas de lavar loiça, aquecedores eléctricos, etc., não deverão ser ligados em simultâneo. Com a adopção de uma potência inferior, a tendência será para o disjuntor geral disparar mais frequentemente. Tenha em atenção que daí poderão advir problemas para alguns equipamentos, como por exemplo computadores de secretária. A utilização de sistemas que monitorizem o consumo podem ajudar na escolha da potência adequada.

Tags:

{ 5 comments to read ... please submit one more! }

  1. Um contributo: uma parte substancial do consumo de energia das máquinas de lavar reporta-se ao aquecimento da água. Se porventura se puder dispor de água quente barata (por painel solar, por exemplo) e a máquina tolerar admissão de água quente, é de usar – consegui a instalação de uma derivação da água quente do lava-louça para a máquina de lavar louça por vinte-e-cinco euros.

  2. Ricardo,
    A situação que refere faz todo o sentido! Mas também como diz, só funciona nas máquinas que estão preparadas para tal.

  3. Eu sou um adepto de poupar energia e todos os recursos naturais,pois o planeta apesar de ser um monte de pedras e árvores também tem sua vida própria onde todo um ecossistema depende da saúde desse mesmo,e se queremos usufruir inteligentemente do planeta todos temos que dar a sua pequena contribuição que tudo somado dá um resultado bem surpreendente,não se restringe apenas a uns euros.Apenas uma observação penso que construtiva.Também gostei que usa-se Ubuntu open-source para trabalhar pois também sou usuário

  4. Tenho contador trifásico de 13,5kva , quis mudar para um contador de 4,6 kva Falei EDP Universal meu fornecedor mais de 30 anos naquele local–Veio técnico da EDP( MECI) fui supreendido …pois tinha informação que podia ser feito….Mas o técnico da MECI diz que não pode mudar contador???? Então a EDP sabe os consumos de uma casa onde existia 5 pessoas e agora só vive uma…Sabe que está a facturar o aluguer de uma coisa que o cliente não precisa—Dizem que podem fazer e depois não fazem .
    Dizem MECI, que o quadro tem que ser mudado de trifásico para monofásico????Se tem 3 fases porque não anulam duas???
    Mesmo que queira mudar de fornecedor estou amarrado a uma alteração e á EDP continua facturar um aluguer que não preciso QUE FAZER???

  5. Também controlo bastante os meus gastos de energia, sendo que, aqui em casa não se usa gás. Conforme os meses do ano e as necessidades elétricas do painel solar, assim vou reduzindo a potência para o Verão e aumento para o Inverno. Ainda assim, penso que deveria haver um sinalizador luminoso ou sonoro, ligado ao quadro geral, de modo a sinalizar de imediato quando se atinge a potência contratada, assim, era mais fácil gerir a potência momentânea da habitação, em consonância com a potência contratada. Um pequeno aparelho em que se programava a potência que temos contratada pela EDP, que quando sinaliza-se essa potência, em casa de imediato se desligava um equipamento evitando assim o disparo geral do disjuntor…….

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *