Sem travar mas no código da estrada!

Da leitura dos últimos artigos onde relatei o estilo de condução sem travagens, é natural que ocorra aos leitores que esta condução se faz com um conjunto significativo de infracções ao código da estrada. Nada mais falso!

Um dos piores vícios que observo nas autoestradas portuguesas é a condução inamovível na faixa da esquerda. Sobretudo em períodos de festas, e muito associado a condutores de idade, estes condutores metem-se na faixa da esquerda e de lá não saem! A minha estratégia não passa por aí!

Adicionalmente, há aqueles que utilizam a técnica anterior, quando vão ultrapassar um veículo a centenas de metros de distância. Não sendo capazes de calcular velocidades relativas, acabam gerando uma fila de carros atrás. A minha estratégia passa por passar para a faixa da esquerda imediatamente antes da ultrapassagem se fazer, e voltar à faixa da direita logo que seja possível!

É claro que em função das estratégias anteriores, há aqueles que começam a dar luzes a centenas de metros de distância, porque acham que são eles que têm o direito exclusivo de circular na faixa da esquerda. Dar luzes para me deixarem passar é algo que nunca faço! Só o faço para indicar a quem vai à minha frente que está a fazer asneiras, ou se prepara para fazê-las.

Ir na faixa da direita e querer entrar à bruta para a esquerda é algo que também não podemos fazer. Já tive um acidente na autoestrada assim, em que alguém que entrava num acesso à autoestrada, achou que devia galgar imediatamente duas faixas e instalar-se na faixa mais à esquerda, onde eu ia… Se vamos na faixa da direita e calculamos a coisa mal, então travamos e deixamos passar quem circula a maior velocidade que nós!

Outros posts do A.Sousa:

[Publicidade]


[Publicidade]

{ 2 comments to read ... please submit one more! }

  1. Dos cerca de 15 anos que tenho de condução, e do que tenho presenciado, existe muita gente que pelas asneiras que faz e que causa aos outros, deveriam ser banidos de vez das estradas. Certamente o dia de cada um de nós seria muito mais calmo e sem irritações.

  2. Caro A. Sousa, a sua forma de atuar é de facto de um condutor defensivo, mas convinha que desse uma vista de olhos no código da estrada, pois as auto estradas só têm duas faixas de rodagem e em cada uma delas existem pelo menos duas vias de trânsito, ou mais. Este é infelizmente um erro comum inclusivamente nas notícias diárias.
    Cumprimentos

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>