Consumismo ao longo do tempo

Ao ler há uns dias uma notícia sobre o recuo de vendas de micro-ondas nos Estados Unidos, deparei-me com um gráfico particularmente interessante. O gráfico, reproduzido abaixo, foi originalmente publicado neste artigo do New York Times, e dá-nos uma ideia de como diferentes tecnologias e produtos se estabeleceram nas últimas décadas, neste caso nos Estados Unidos:

Consumismo nos Estados Unidos

Consumismo nos Estados Unidos ao longo das últimas décadas

Os autores do artigo procuraram verificar como o consumismo era uma melhor indicador para a prosperidade económica, em detrimento dos níveis de rendimento. É claro que alguns produtos começaram por ser produtos de nicho, que apenas as famílias mais ricas podiam comprar. Também é verdade que muitos produtos são hoje muito mais económicos que no passado, e daí atingirem uma maior percentagem de lares.

Particularmente interessante é verificar que alguns produtos tiveram mesmo um declínio em determinados períodos das últimas décadas. Algumas dessas variações podem ser explicadas pela Grande Depressão e pela Segunda Guerra Mundial, mas outras não são tão evidentes. Igualmente interessante é a evolução meteórica de alguns produtos, sobretudo nos períodos mais recentes, com o exemplo mais significativo a ser dado pelos telemóveis.

Seria interessante saber se há indicadores deste tipo para Portugal. Alguém conhece?

Tags:

{ 4 comments to read ... please submit one more! }

  1. A GfK faz (e vende) estudos sobre vendas de produtos no retalho.

  2. O Eurobarometro tem valores sobre o número de eletrodomésticos dos inquiridos, acesso a internet, entre outros.

  3. GFK

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Medidas de prosperidade financeira » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *