Donde sopra o vento?

Vento a soprar da esquerda

Vento a soprar da esquerda

A forma tradicional de saber donde sopra o vento é olhar para um cata-ventos. Mas, hoje em dia já são difíceis de encontrar, sendo mais habitual observar mangas de vento, pelo menos enquanto não estão despedaçadas. Quando precisamos de saber donde sopra o vento, precisamos de recorrer a outros métodos, sempre que não temos acesso à tecnologia.

Quando se passeia pelo País, a indicação da direção do vento é percetível pela orientação dos aerogeradores eólicos. Estes orientam-se de forma a tirarem o máximo partido da direcção do vento. Na imagem acima, podemos ver aerogeradores, com o vento a soprar do lado esquerdo.

A proximidade de aeroportos também pode indiciar de que direcção sopra o vento. Os aviões levantam e aterram contra o vento. Em Lisboa, tal é facilmente percetível. Tipicamente, o vento dominante é de norte, mas quando sopra de sul, então os aviões levantam por cima da cidade.

Também se pode observar a direcção do vento através do fumo, seja de uma chaminé, seja de um fogo florestal. A deslocação das nuvens dão-nos também uma ideia para que lado sopra o vento.

Há formas mais estranhas de saber donde sopra o vento. Na A1, quando passo na região de Aveiro, e sinto um cheiro característico, só tenho que saber onde estou, e saber a localização relativa de Cacia…

E, os leitores, arranjam mais algumas formas de topar a direcção do vento?

Tags:

{ 3 comments to read ... please submit one more! }

  1. No golf, poser usar uma técnica que é atirar uns ramos de erva ao ar, e ver como cai. Podes ver na Internet: http://www.pga.com/golf-instruction/lesson-learned/hybrids-and-irons/your-three-step-pre-shot-routine-check-lie-wind

  2. se tivermos oportunidade de ver online em https://www.ipma.pt/pt/otempo/obs.superficie.mapa/ informa a direção e velocidade do vento

    Vento nas viagens, partilho esta experiencia:

    Numa viagem lisboa bragança 120~130kmh, consumo medio 5,2l
    a mesma viagem mas com o veiculo polido, consumo 4.6l

    As superficies polidas do automovel criam menos resistencia ao ar/vento, apliquei polish à mão, sem polidora electrica e é o suficiente para sentir as superficies muito mais lisas.

  3. Rui,
    Parece-me interessante a técnica!
    Paulo,
    Essa do veículo polido é muito interessante. Vou investigar mais a vertente teórica da coisa, pois a diferença é muito substancial!

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *