Porto-Lisboa sem travar

Troço da A1

Troço da A1

Nesta altura de festas, fiz mais uma vez o trajecto de ida e volta ao norte. No regresso, o estilo de condução foi o de fazer a A1 sem travagens. Isto é, descontando as travagens para entrada numa estação de serviço, para ida aos WCs, e na aproximação às portagens. Fiz o trajecto a uma velocidade relativamente elevada, no final do último Domingo de 2013, com bastante trânsito, com uma única travagem, na descida da serra de Aire.

Este estilo de condução tenho o vindo a aprimorar ao longo dos anos. O objectivo principal é manter-me concentrado na condução. Tal permite-me fazer a tarefa de condução extremamente concentrado. E com este, poupo não só nas pastilhas de travão, como também no combustível.

A tendência será a de considerar que este é um estilo de condução perigoso. Mas penso que é exactamente ao contrário. Ao longo de próximos artigos, darei uma visão mais detalhada desta linha de raciocínio, bem como as técnicas que utilizo.

Tags:

{ 2 comments to read ... please submit one more! }

  1. Há muito que faço condução económica, bem antes da crise, pois em Portugal nunca se viveu doutra forma…
    Cedo notei que, nas auto-estradas, se for até 120 kms/hora, poupo combustível. Além disso, aproveito a gravidade das descidas e conduzo de forma preventiva. Vou sempre atento ao horizonte da estrada, pois se houver algo que me faça parar, ou abrandar, controlo a velocidade com antecedência de forma a gastar menos combustível. Na verdade, o controlo que tenho sobre o veículo, é muito mais minucioso e difícil de descrever.
    Apenas escolho auto-estradas pagas quando estou realmente com pressa, de contrário, escolho percursos alternativos, onde consigo gastar bem menos combustível, devido à minha forma de conduzir.
    Há quem se preocupe mais com o desgaste dos travões, mas o veículo leva um jogo de pastilhas de longe a longe, enquanto o combustível, é comprado com mais frequência.
    No entanto, se quiser poupar ainda mais, use o seguinte: http://youtu.be/10dmWQk_IwM

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Pit-stop fora da autoestrada » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *