Retroiluminação da televisão

Na semana passada havíamos observado neste artigo como o consumo da TV variava consoante a origem do sinal fosse através de HDMI ou coaxial. Hoje vamos abordar outra forma de reduzir o consumo da TV, e que consiste na variação do nível de retroiluminação da televisão.

No nosso caso, a variação dos níveis de retroiluminação provoca uma variação muito significativa no consumo de electricidade. Conforme se pode observar no vídeo abaixo, o consumo varia entre os 159W quando a retroiluminação é máxima, e os 71W quando a retroiluminação está em valores mínimos. A imagem foi parada para que os valores de comparação fossem mais fiáveis, e se tornasse mais óbvia a diferença entre níveis de retroiluminação. Como podem observar no vídeo, a qualidade da imagem permanece relativamente estável nos níveis de retroiluminação mais elevados, sendo mais notória nos dois níveis mais baixos. Acabei por colocar a retoiluminação no nível 3, que é um bom compromisso entre a qualidade de imagem e o consumo.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *