Lâmpadas economizadoras não duram nada

Lâmpada economizadora

Lâmpada economizadora

Esta semana, num espaço de dois dias, avariaram três lâmpadas economizadoras cá em casa, que haviam sido compradas e colocadas ao mesmo tempo! O que contraria completamente as especificações da sua duração, nomeadamente com os dados que havíamos revelado neste artigo. Na melhor das hipóteses, não duraram mais de 2000 horas, ao nível daquelas lâmpadas incandescentes antigas, que entretanto foram banidas… E o facto de terem avariado tão próximas umas das outras é igualmente muito suspeito!

Em conversa com um vizinho, também esta semana, ele queixou-se que também lhe avariou recentemente uma, mas que essa apenas durou cerca de 1000 horas. É que ele, ao contrário de nós, tomou mesmo nota de quando a comprou. Como estava na casa de banho, e sabe quanto tempo lá passa, pode calcular essa duração com bastante precisão!

Nem de propósito, fui recuperar uma notícia que tinha lido há uns tempos, sobre um estudo da Which?, que confirma a sensação que todos nós consumidores temos: que as lâmpadas não duram o prometido pelos fabricantes.

O estudo versou essencialmente as lâmpadas LED, tendo sido testadas 46 tipos de lâmpadas. Mais de 25% das lâmpadas não atingiram as 15000 horas, apesar de anúncios de duração de 25000 ou mais horas. Algumas nem sequer chegaram a atingir um mínimo de 6000 horas, segundo os novos regulamentos Europeus, que entram em vigor a 1 de Março.

Segundo a Which?, as lâmpadas que se portaram pior foram as do IKEA e Technical Consumer Products (TCP). Todas elas custam uma pequena fortuna, e se eu já estava relutante em comprá-las, agora acho que vou esperar mais um bom bocado…

E, os leitores, têm tido durações menores que as prometidas?

Tags:

{ 10 comments to read ... please submit one more! }

  1. Olá.
    Eu geralmente só compro lâmpadas economizadoras da Philips e da Osram. Por vezes há uma ou outra que se estraga. Não sei quantas horas duram, mas duram anos.

    Mas tenho pessoas amigas que se queixam do mesmo. Normalmente de lâmpadas baratas, sem marca conhecida.

    De Leds não tenho experiência para além de luzes para bicicletas, que duram, duram…

  2. Boas
    As lâmpadas da Philips ou da Osram se avariarem num curto espaço de tempo pode ir à loja que comprou que eles dão outra, já me aconteceu.

    PS: Comprei as lâmpadas numa loja de electricidade.

  3. A que avariaram já tinham bastante tempo. Não os 6 ou 10 anos que têm como duração anunciada, mas pelo menos 2 ou 3.

  4. Vou tentar perceber como se consegue contar quantas horas uma lâmpada está ligada… Será que há um gadget a pensar nisso???

  5. Atenção, duração das lâmpadas está directamente relacionada com o tipo de uso que fazemos delas.
    No caso das incandescentes elas têm a seguintes vantagens:
    Tipo de luz (mais próxima da luz solar)
    N° de vezes que permitem acender e apagar (penso ser 5000 vezes)

    As economizadoras tubulares (tipo das compridas e das economizadoras), vantagens:
    Consumo reduzido até 80% menos que as incandescentes
    Tipo de luz pode ser mais branca 6000k ou amarela 2700k a 3000k
    Desvantagens:
    N° vezes que ligam e desligam, máximos anunciados 2000 vezes.
    Nunca usar com sensores de movimento
    Nunca usar em exterior
    Nunca usar em sítios onde se acende a apaga muitas vezes (exemplo, escadas, WC, corredores, etc.) pessoalmente acho que só compensam em sítios em que se acende e fica ligada + de 1h seguida.
    Led

    Duração mais longa
    Menos consumo
    Não sofrem de problema de ligar e desligar muitas vezes, de fundirem
    Pessoalmente acho que ainda são demasiado caras pra compensar o investimento, fiz contas em tempos e dava QQ coisa como 4 anos pra pagar a diferença de preco, caso fundissem antes perdia dinheiro.

    Mas confirmem as informações que dei.

    Pessoalmente acho que as lâmpadas de marcas conceituadas compensam a diferença de preço.

    Podem confirmar na embalagem de uma lâmpada da Philips que elas falam em numero de vezes que pode ser ligada e desligada.

    Ao vosso dispor pra explicar algo que tenha ficado por dizer.

    Obrigado pelo blog.

  6. Paulo,
    Obrigado pelos comentários, sobretudo a parte das vezes que se pode ligar/desligar. Reparei agora que é um dado que vem na embalagem das últimas que comprei. Nas minhas aparece o número 6000x.
    Vou tentar reunir mais informação sobre esta vertente…

  7. Isso tem um nome “Obsolescência Programada” e acontece com as lâmpadas, mas tb com outros produtos… São feitos para não serem eternos senão as empresas que os produzem iam todas à falência…

    Era possível a maior parte dos produtos durarem a nossa vida, mas depois como sobreviviam as empresas? Basta reparar que há uns anos, um frigórico, ou eletrodoméstico qq durar 20 anos. Agora ao fim de 6-7 anos tem de ir à vida. Os carros, tb sofrem da mesma Obsolescência…

    O problema é que as empresas dizem que duram x tempo/anos e no fim só nos duram parte de x.

  8. http://pt.wikipedia.org/wiki/Obsolesc%C3%AAncia

    (…) Um exemplo poderia ser o de uma máquina de lavar roupa, que é deliberadamente projetada para deixar de funcionar cinco anos após a compra, obrigando os consumidores a comprar outra máquina para os próximos cinco anos (…)

  9. Reparei nisso ha 2 ou 3 anos, uma lâmpada comprada ha menos de um mês fundiu, mas tb reparei que na caixa dizia 2 anos de garantia. Claro que qd comprei a lâmpada n guardei recibo para apresentar a garantia. MAS, como tuga que sou, fui lá e comprei mais lâmpadas, das quais guardei o recibo, e que usei imediatamente para me darem uma lâmpada nova dizendo que tinha sido a que tinha acabado de comprar que se tinha fundido.

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. asesor energetico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *