Obsolescência programada

Quantas vezes o leitor se deu conta que um aparelho avariou pouco depois de terminada a garantia? Ou que quer utilizar uma impressora que funciona bem, num novo computador que não a suporta? Ou tem um telemóvel antigo, para o qual já não consegue encontrar uma bateria? Ou quer uma daquelas lâmpadas incandescentes, que dantes eram muito baratinhas, mas que agora já não se vendem?

Os exemplos anteriores já me ocorreram todos. O conceito de obsolescência programada está omnipresente na nossa sociedade, mas praticamente não damos por ele! A sociedade de consumo é o ambiente propício à disseminação desta prática, que tem já décadas de existência. Antes de abordarmos em maior detalhe esta questão, deixamos aqui um documentário realizado em Espanha, que nos introduz de forma detalhada o exemplo da obsolescência programada.

Tags:

{ 7 comments to read ... please submit one more! }

{ 7 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Lâmpadas economizadoras não duram nada » Poupar Melhor
  1. Aniversário de telemóvel? » Poupar Melhor
  1. Até quando é que os nossos tablets vão funcionar? » Poupar Melhor
  1. Pagar para não evoluir » Poupar Melhor
  1. O que o escândalo da Volkswagen nos confirma » Poupar Melhor
  1. Frustração com Nexus 5x » Poupar Melhor
  1. A novidade do USB-C » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *