Evolução das reformas

Nos últimos dias, têm sido muitas as notícias envolvendo a Segurança Social, e como manter a sustentabilidade no futuro. Muitas dessas notícias têm uma conotação política, e por isso muitas vezes não nos contam todas as verdades…

Sendo difícil obter informação isenta sobre esta temática a nível nacional, foi com agrado que me deparei com um relatório muito completo sobre o envelhecimento na Europa. As principais linhas advertem para que que nas próximas décadas, viveremos em princípio até mais tarde e teremos menos crianças. A proporção de trabalhadores a suportar os que estão reformados diminuirá para metade do que é hoje, em 2060. Com base nestes dados, temos alguns elementos que nos permitam perspectivar o que aí vem…

O relatório é muito extenso, com mais de 400 páginas, e por isso tem muita informação. Alguns menos bons, e outros piores. Que abordaremos em vários artigos. Um dos primeiros gráficos não é infelizmente nada promissor. Visível abaixo, verifica-se nele que o rácio entre o valor médio das pensões e o valor médio dos salários irá diminuir em todos os estados membros, excepto no Luxemburgo. O pior é que a expectativa de queda em Portugal, de cerca de 20%, é a segunda maior da União!

Evolução do rácio pensões/salários até 2060

Evolução do rácio pensões/salários até 2060

Tags:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *