À caça do consumo: o Aquário

Medidor de consumo da Liliana A.

Medidor de consumo da Liliana A.

A amiga Liliana A. escreveu-nos há uns tempos com umas dúvidas sobre o custo elevado da eletricidade, mas já estava a fazer a parte essencial para o baixar: estava a procurar uma solução. A conta de Liliana A. estava nos 160,00 €/Mês o que era muito difícil de explicar.

Começámos por partilhar algumas formas de diagnóstico rápido das condições de consumo, como saber da potencia do contador, se era bi-horário e se tinha algum culpado de preferência.

A Liliana comprou um dos muitos aparelhos de medição de consumo e a caça começou. Fizeram-se apostas de como poderia ser o aquário. Era um excelente candidato, mas sem uma ideia do que consumia não podíamos ajudar. As contagens não precisavam de ser cientificamente indiscutíveis e por isso não era necessário fazer o registo durante 24h. Aqui fica o registo do que a Liliana A. apurou para todos nós:

  • O Aquário custa cerca de 2€/mês.

Chegámos a esta conclusão pegando nos 0.4KWh registados no medidor de consumo e multiplicando-os por 30dias, multiplicando depois o resultado pelo custo do KWh: 0.17 na tarifa simples, já com IVA incluído. Em bi-horário seria ligeiramente inferior, se bem gerido, mas não justifica os 160,00€.

A perseguição vai continuar.

Tags:

{ 12 comments to read ... please submit one more! }

  1. Acho muito pouco. Fiquei curioso e coloquei o meu em observação e em 44 horas gastou 3,64 kWh, o que num mês dará cerca de 10 € de electricidade.
    Dados acerca do aquário:
    Lâmpada – 36 W (12 horas por dia) + Balastro ?
    Filtro – 7 W 24 horas por dia.
    Aquecimento – 150 W (quanto tempo ligado ?)
    Consumo médio calculado – 85 W

  2. Caro mf,

    No nosso aquário não temos aquecimento. Provavelmente a diferença advém disso.
    Só temos o filtro e a lâmpada, esta última ligada cerca de 10 a 12 horas/dia.

    Cumprimentos,
    Liliana A.

  3. Como é que se liga um medidor ao quadro central para saber em tempo real quanto se está a gastar?

  4. Amigo Tony,

    O medidor que a Liliana A. usou não pode ser ligado ao quadro central. Para isso existem medidores específicos, mas que custam mais que os medidores comuns que se compram nas grandes superfícies de bricolage.

  5. Boa tarde. Recebi hoje um e-mail da EDP a promover um aplicativo on-line para gerir os consumos de eletricidade e gás das nossas casas. Penso que se trata de um instrumento que poderá estimular e identificar potencial de poupança pois registam-se consumos de forma regular, percebe-se a sua evolução, mostra a estimativa do custo mensal e comparam-se com gastos/valores de referência.
    Gostava de conhecer o vosso parecer.
    https://energia.edp.pt/particulares/servicos/gestao-total.aspx
    (a título informativo e fora deste contexto – Eletricidade – refiro que o site do Banco Millennium/ActivBank tem um aplicativo semelhante: Gestor Ativo).
    Cumprimentos,
    Mário Duque

  6. Olá Mário,
    Sim, já tinha visto o anúncio, sobretudo por causa da oferta dos iPads :-)
    Quando vi o regulamento do concurso, vi que quem fizesse mais inserções de dados, tinha mais hipóteses de ganhar. Enfim, ainda pensei montar um automatismo para garantir que ganhava um (ou mais, porque tenho vários contratos) iPad, mas provavelmente seria apanhado :-)
    Antes disso, concluí que eles nem sequer iam meter lá os meus dados históricos; o que eles querem é que sejamos nós a meter, e isso assim provavelmente poupa-lhes as leituras.
    Mas o que me CHATEOU mesmo muito foi saber que a EDP, uma empresa privada, fez isto com dinheiros públicos!!!
    Resumindo, nem sequer me inscrevi; mantenho a utilização da minha folha de cálculo!

  7. Boa noite A. Sousa.
    Obrigado pela rápido resposta.
    Mas considerando todos esses aspetos, que não existem ‘almoços grátis’ (seja em que promoções forem) e as considerações relativas ao vosso post

    “http://www.pouparmelhor.com/noticias/quando-consumo-desce-preco-sobe/”,

    como considera a relação do custo/benefício para o consumidor no que concerne ao processo de gestão dos gastos e o aplicativo em si?
    Cumprimentos,
    Mário Duque

  8. Mário,
    O seu comentário é muito interessante!
    Visto como um consumidor isolado, ele tem sempre vantagens em poupar, e como sou adepto do “you cannot manage what you cannot measure”, esta aplicação seria potencialmente interessante. Todavia, considerando que os mesmos resultados se conseguem numa vulgar folha de cálculo, é aí que prefiro guardá-los. É aí que tenho produzido análises como esta:
    http://www.pouparmelhor.com/praticas/novo-contador-menos-consumo/
    Infelizmente, pelo link que aponta, se todos os Portugueses se tornassem muito mais poupados, todos iríamos sofrer, por via das regras surrealistas que nos impoem.
    Ainda assim, vou fazer um esforço para ver a aplicação. É capaz de dar um artigo instrutivo.

{ 2 Pingbacks/Trackbacks }

  1. À caça do consumo: a Bimby » Poupar Melhor
  1. À caça do consumo: a máquina de secar » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *