Águas cinzentas e negras

Quando se fala de reaproveitamentos de água, os conceitos de águas cinzentas e águas negras são importantes. Estas últimas dificilmente são reaproveitadas, dado que constituem as águas que advém das sanitas, ou que são misturadas com elas. Estas águas só podem ser reaproveitadas após tratamento químico ou biológico, devendo ser apenas reaproveitadas no exterior da casa.

As águas cinzentas são as águas que saem dos outros locais de consumo de água numa habitação, incluindo a banca de cozinha, máquinas de lavar, banheiras e lavatórios. Estas águas não requerem um tratamento tão elaborado como as águas negras, mas ainda assim o seu reaproveitamento é problemático. O seu reaproveitamento faz mais sentido em moradias, onde possa ser por exemplo posteriormente utilizada na rega de jardins. Mesmo assim, a grande maioria dessas habitações não está preparada para um tratamento, e muitas vezes as fossas sépticas são utilizadas por ausência de saneamento público.

Nos nossos apartamentos, no reaproveitamento de água já aqui um leitor falou da possibilidade re aproveitar a água que se perde a caminho do banho. E também da água com que se lavam os morangos. E quem fala de morangos, fala de outros legumes, como a alface, por exemplo. A água com que cozemos determinados alimentos, especialmente quando se tratem unicamente de vegetais, é igualmente muito menos problemática. O problema depois é mesmo conseguir reaproveitar essa água toda, o que num apartamento se torna difícil. Por isso talvez seja necessário novas soluções, e neste caso vem-me sempre à mente a imagem acima, dum lavatório que escorre para o autoclismo…

Tags:

{ 1 comment to read ... please submit second! }

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Sanitas com bluetooth, música e sei lá mais o quê » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *