Café curto ou longo?

Agora que deixei de tomar café, pela investigação que tenho vindo a fazer da cafeína, descobri algo que não estava à espera. Eu, como muitos outros certamente, pensava que o café mais forte era o café curto. E que o café longo não dava uma dose de cafeína tão grande…

Como estava enganado! Segundo um estudo já bastante antigo, de M. Petracco, intitulado “Physico-chemical and structural characterisation of espresso coffee brew”, a quantidade de cafeína é maior à medida que o café vai sendo tirado, como o gráfico abaixo evidencia. Aliás, durante os primeiros segundos, a evolução é praticamente linear! Esta mesma conclusão aparece referenciada noutras obras, como o livro “Espresso Coffee: The Science of Quality”:

Quantos mais cl, mais cafeína...

Quantos mais cl, mais cafeína…

Tal constatação parece-me absolutamente lógica, mas vai contra a nossa percepção do dia a dia… Um café curto tem uma maior concentração de cafeína, mas um café longo tem uma maior quantidade de cafeína. Ou seja, se o objectivo é ficar mais desperto, então um café longo é a melhor opção. Um café curto dá-lhe menos cafeína, mas o sabor a café é certamente mais intenso. A escolha entre os dois é sua, mas a minha é não beber café

Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *