Como funcionam as autarquias?

A passo de caracol...

Autarquias a passo de caracol…

A 20 de Fevereiro meti na Câmara Municipal onde resido um pedido de um processo simples. Ou pelo menos assim parecia…

A 16 de Março, sem saber o que estava a acontecer, resolvi ligar para a Câmara, e perguntar como estava o processo. Responderam-me que faltavam elementos, até me disseram quais eram, e que iria receber um ofício brevemente. Passei todos os dias a verificar se tinha correio…

Passada uma semana, no dia 24, sem ofício no correio, resolvi voltar a ligar. Desta vez a resposta foi diferente: que seria enviado um ofício sim senhor, mas que o Director ainda não havia despachado o assunto! Mais me adiantaram que o ofício estava com o Director desde dia 11… Quando perguntei se poderia fornecer desde já os dados em falta, disseram-me que não, até porque o Director poderia achar que não, e assinar outra coisa qualquer!!!

Perante esta clarividência, no dia seguinte desloquei-me logo às 9 horas aos serviços da Câmara. Para minha grande surpresa, o atendimento técnico disse-me que o Director já havia assinado o ofício! Perguntei se poderia ter acesso ao ofício, sem necessidade da Câmara ter que o enviar por correio. Disseram-me que tinha que falar com outra pessoa, mesmo ali ao lado. A resposta dessa pessoa, obviamente não preparada para a questão, e com nenhuma vontade de me ajudar, foi direccionar-me para outra pessoa. Tirei mais uma senha, e fui atendido pela terceira pessoa. A terceira pessoa verificou, verificou, e finalmente disse-me que o Director ainda não tinha assinado!!! Nem queria acreditar! Disse-lhe que o colega dela tinha dito que sim, e para sorte minha, o colega passou por detrás. Degladiaram-se um ao outro, para ver quem tinha razão, e eu a assitir ao espectáculo vergonhoso! No fim, confirmaram que o Director já tinha assinado, mas que eu não podia ter acesso ao ofício! Tinha que esperar pacientemente por ele no correio… Mas foram pelo menos capazes de confirmar o teor de dia 16. Mas logo me trataram de avisar que só podia fornecer os dados em falta quando tivesse recebido o ofício!

No dia 31 de Março, voltei à carga. Tiro um ticket, e sou chamado para um posto de atendimento imediatamente. Mas não está ninguém no posto de atendimento! Fico de pé a aguardar uns bons minutos, quando finalmente chega alguém que se senta. Sento-me também e fico a aguardar. Passado aí um minuto, pergunto à funcionária se estou no sítio correcto, mostrando-lhe o ticket? Diz-me secamente que tenho que aguardar! Entretanto, por trás de mim aparece outra pessoa, que entrega um monte de papéis à pessoa à minha frente. E que lhe pede de forma descarada o ponto de situação sobre outros processos parecidos com os meus. E vai dando respostas, e para aqueles que ainda não tinham resposta, que não se preocupasse, que falaria com o Director, para ele assinar, e que ainda hoje de tarde lhe ligaria para lhe dar conta do processamento!

Depois desta actuação descarada, a funcionária vira-se para mim, obviamente mal disposta, e depois de grande pesquisa, pelo menos dez vezes mais lenta que o despacho a que assistira, diz-me que o ofício ainda está para ser enviado! E que tenho que continuar a aguardar pacientemente, sem nada poder fazer…

A carta registada foi entregue em minha casa no dia 1 de Abril, mas só no dia seguinte a consegui levantar, pelo facto de vir em correio registado, e de não estar ninguém em casa na altura do carteiro passar. Várias semanas perdidas, porquê?

Tags:

{ 2 comments to read ... please submit one more! }

  1. Boa tarde,

    o melhor nestes casos é denunciar o caso: livro de reclamações,
    e dizer aqui os nomes das pessoas e local, temos de chamar os incompetentes pelo nome!

  2. Desconheço qual o concelho a que se refere, mas de certeza que por muitos outros o mesmo se passa.
    Depois ainda vêm dizer que querem mais competências em diversas matérias. Para quê? Se nas que já têm não conseguem dar resposta de forma correcta e atempada ao cidadão.

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *