Frigorífico ao frio

Com o frio dos últimos dias, resolvi fazer uma experiência interessante. Na noite da passada sexta-feira, abri a janela da cozinha, e deixei o frio entrar! O objectivo foi verificar como se comportaria a temperatura dentro do frigorífico, quando a temperatura externa diminuísse. A imagem abaixo documenta a evolução. Note-se, em primeiro lugar, a diferença de escalas. A azul temos a evolução das temperaturas dentro do frigorífico (escala à esquerda), na prateleira do meio. A vermelho, a temperatura a meio da janela (escala à direita):

Como se pode observar, a temperatura caiu abruptamente depois da abertura das janelas. Note-se que esta reflecte a temperatura à janela, sendo de esperar uma temperatura exterior mais baixa e uma temperatura no interior da cozinha (onde se localiza o frigorífico) mais elevada.Note-se igualmente que as temperaturas muito elevadas durante o dia 3, à janela, reflectem a exposição directa ao Sol.

A temperatura do frigorífico evoluiu de duas formas distintas. Numa primeira vertente, nota-se uma diminuição das temperaturas mínima e máxima no interior do frigorífico. Numa segunda vertente, nota-se um maior espaçamento entre os ciclos de subidas/descidas, o que significa um menor funcionamento do compressor. Durante o dia, o espaçamento foi de cerca de 100 minutos, enquanto durante a madrugada, chegou a atingir os 150 minutos.

Esta experiência extrema evidencia a importância de o frigorífico se localizar num ambiente fresco. Quanto mais fresco for, menor será o esforço necessário para manter o interior do frigorífico fresco, e logo menos energia se consumirá. A esta última vertente voltaremos!

Tags: , ,

{ 2 comments to read ... please submit one more! }

{ 2 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Calor do frigorífico » Poupar Melhor
  1. Impacto da temperatura ambiente no frigorífico » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *