Lavar loiça à mão ou na máquina?

A máquina de lavar loiça é certamente um dos melhores electrodomésticos que conheço! Mas é também um dos electrodomésticos que mais energia consome em casa, quando utilizado regularmente. Por isso, fui investigar se pouparia alguma coisa em lavar a loiça a mão.

Por um lado, é evidente que há um consumo muito elevado de tempo a lavar a loiça à mão. Por outro, o consumo de energia eléctrica é reduzido, embora à noite pelo menos seja preciso ter a luz ligada. O consumo de água era uma incógnita para mim, porque é possível ser poupadinho na água, quando se lava manualmente.

As respostas para as minhas dúvidas surgiram com este estudo da Universidade de Bona. Eles analisaram estas variáveis para a loiça de 12 convivas. Para uma lavagem manual, consideradas 113 pessoas a lavar, o consumo foi de 103 litros de água, 2,5 kWh de energia e 79 minutos de tempo. Existe uma grande diversidade entre essas pessoas, sendo que a leitura do documento revela estratégias muito distintas. Não deve surpreender que as pessoas de Portugal e Espanha foram as que mais água e energia consumiram…

As máquinas de lavar loiça cilindraram na maioria dos parâmetros! Consumiram entre 15 e 22 litros de água, ou seja cinco vezes menos. O consumo de energia foi entre 1 e 2 kWh, abaixo da lavagem manual, mas acima das pessoas oriundas da Alemanha. E de uma forma geral, a percepção da qualidade da lavagem na máquina foi superior à da lavagem manual, com um consumo ligeiramente inferior na quantidade de detergente. O tempo foi superior na lavagem da máquina, mas como a máquina lava sozinha, a comparação não é similar.

No final, não há dúvidas de que não poupamos nada em lavar loiça à mão. E se puderem programar a lavagem à noite, em bi-horário, a poupança é ainda maior…

Tags: ,

{ 3 comments to read ... please submit one more! }

  1. Pois…

    1º é quantificada a energia (em KWh), mas não o seu preço! Como a energia que usada por muitos Portugueses é o gás (esquentador), mas a máquina usa electricidade, haverá grande diferenças nos custos energéticos e logo na efectiva poupança.
    Para mais, quando muitas vezes são usados zero KWh na lavagem manual. Por esta não estar muito suja ou engordurada ou por a habitação dispor de paineis solares para aquecimento de águas sanitárias.

    2º de certeza que gasto muito menos água na lavagem à mão do que os valores médios apontados. O próprio estudo reconheceu enormes diferenças na amostra adoptada.

    3º o custo do detergente não foi contabilizado. De certeza que há poupança nas lavagens manuais.

    4º a loiça estraga-se mais rápido na máquina do que nas lavagens manuais. Basta tomar como exemplo o estado em que os copos ficam após sucessivas lavagens à máquina. Isto também representa um custo, que favorece claramente a lavagem manual.

    5º na prática é usada água e energia para remover sujidades mais densas na loiça, antes de ser colocada na máquina. Isto certamente não foi contabilizado por se tratar de uma lavagem manual, sendo afinal uma pré-lavagem para a lavagem à máquina. Desfavorecendo evidentemente a lavagem à máquina.

  2. L.Ramos,
    Os seus comentários são muito oportunos. Às minhas dúvidas iniciais sobre o que consumiria mais, recorri a um estudo científico, que considero credível. Mas as condicionantes podem ser distintas, e culturais, no caso português.
    Em qualquer caso, estamos aqui para apresentar contas. Talvez queira contribuir com algumas das suas, para podermos aqui abordar as diferenças.
    Entretanto, no caso dos copos é preciso ter atenção às incrustações de calcário, e cuja resolução abordamos no artigo sobre o sal: http://www.pouparmelhor.com/praticas/importancia-do-sal-da-maquina-de-lavar-loica/
    Neste último aspecto, verificamos que o custo da lavagem realmente incorpora muitos factores, como refere. A pre-lavagem manual, água, electricidade, pastilhas, sal, abrilhantador, são apenas alguns exemplos que me vem à memória, mas poderá haver outros…

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Como colocar loiça na máquina de lavar » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *