Recuperar ficheiros apagados num disco externo com o OSX

TestDisk, Data Recovery from CG security

TestDisk, Data Recovery from CG security

Imaginem que queriam ter uma única base dados para os vossos XBMC e decidiam seguir o guia do XBMC para o fazer. Imaginem que pensavam que ia correr tudo bem. Imaginem que o vosso maior receio fosse perderem os filmes dos vossos filhos. Pois foi o que me aconteceu! Não é só que ficavam sem os filmes, mas que tinha de ir buscar novamente os DVD e voltar a convertê-los para ficheiros, o que demora tempo e tira-me o tempo que podia estar a fazer outras coisas.

Numa distração via linha de comandos apaguei todos os filmes dos meus filhos no disco partilhado. Como o disco tem de ser num sistema Windows (NTFS) porque o router não entende outros sistemas de ficheiros, tive de procurar uma possibilidade de recuperar os ficheiros que funcionasse no OSX e recuperasse ficheiros nesse formato.

Nestas coisas o mais importante é desligar o disco e não escrever mais nele. Os sistemas de ficheiros mais comuns não eliminam realmente a informação do disco, mas apenas a marcam como estando apagada para o utilizador não a ver e poder ocupar o espaço com nova informação se tal for necessário. Isto dá-nos a possibilidade de recuperar os ficheiros que ainda não tiverem sido reescritos por cima.

Não vos vou maçar com os detalhes de todos os comandos que tive de dar para recuperar os filmes das crianças, mas digo-vos que passei momentos de irritação e ansiedade. É muito difícil encontrar aplicações para o OSX que me permitam recuperar os ficheiros apagados por linha de comandos. Grande parte dessas aplicações são pagas a valores que entendo elevados para uma funcionalidade que deveria existir por defeito no sistema operativo. Não faltaram momentos de ansiedade enquanto não encontrei uma solução para o problema. Imaginar as crianças a censurarem o meu erro quando fossem tentar ver os filmes que o pai ainda não tivesse redigitalizado é o suficiente para tirar o sono a um adulto.

Mas tudo se resolveu pelo melhor quando encontrei o TestDisk. Este utilitário de linha de comandos também permite recuperar partições e ficheiros noutro sistemas como FAT, exFAT, NTFS e ext2/ext3/ext4 e também copiá-los de partições apagadas. Estas funcionalidades estão disponíveis para Windows, Linux e Apple OS.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *