A febre das raspadinhas continua

A jornalista Salomé Pinto elaborou uma reportagem para o Porto Canal onde actualiza alguns dados sobre a febre da raspadinha em Portugal. Ao minuto um da reportagem, visível abaixo, podemos ver como os Portugueses têm raspado sensivelmente o dobro em relação a cada ano que passa!

Tal sequência é a continuação do que havíamos já relatado neste artigo. A Salomé alude também à importância das probabilidades de cada uma das raspadinhas, que também havíamos referenciado aqui. E as probabilidades não são a favor do jogador…

Todos estes factores combinados significam que as raspadinhas continuam a escoar os bolsos dos Portugueses! Por isso, a máxima continua a ser a de que a melhor forma de ganhar dinheiro com a Raspadinha, é não jogando!

Tags:

{ 1 comment to read ... please submit second! }

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Probabilidades das raspadinhas » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *