Supercomputador numa mão

Quando comprei o meu telemóvel há uns anos, numa pechincha extraordinária, fiquei intrigado com o seu poder de cálculo. Uns dias depois descobri que o seu poder de cálculo era maior que o do computador mais potente quando entrei na Universidade, há quase três décadas atrás.

Esse sentimento de descoberta voltei-o a sentir quando vi o excelente infográfico reproduzido abaixo, da autoria do site Fonebank. Referencia vários aspetos que já revelamos aqui no site, nomeadamente várias extrapolações da lei de Moore. As comparações são igualmente bem interessantes, pelo que vale a pena dar uma vista de olhos:

supercomputer pocket

Tags: ,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *