A barreira térmica das cortinas

Há pormenores verdadeiramente interessantes. Há dias referenciava a importância das cortinas no aquecimento das divisões de uma habitação. É importante as cortinas estarem abertas quando há um radiador por debaixo da janela, mas quando o radiador se situa noutra parede da divisão, é importante as cortinas estarem fechadas, para diminuirem a fuga de calor para o exterior.

Para o provarmos colocamos dois termómetros muito próximos, a cerca de 50 cm de altura, na nossa sala. No gráfico abaixo, a linha a azul representa o termómetro mais próximo do exterior, e a linha a vermelho o termómetro mais interior. O primeiro ficou durante toda a madrugada entre as cortinas e a janela, enquanto o segundo ficou dentro da cortina da sala.

Como se pode observar no gráfico, os dois termómetros evoluem inicialmente de forma muito semelhante e próxima, tendo-se separado de forma substancial depois do fecho das cortinas. O termómetro do lado de dentro das cortinas registou mesmo uma subida significativa de temperatura depois do fecho das cortinas, indicando que o aquecimento da sala passou a ter uma maior eficiência.

Depois de desligado o aquecimento nota-se igualmente que a temperatura do lado exterior das cortinas desce muito mais rapidamente, enquanto a temperatura da sala não desce de forma tão acelerada! Tal significa que o gesto simples de fechar as cortinas durante a noite e as abrir no dia seguinte pode ajudar muito nestes dias frios de Inverno!

A evolução da manhã do dia seguinte é um pouco atípica, dado se tratar de um dia ensolarado. O ligar do aquecimento foi efectuado apenas para efeitos de testes, mas como se evidencia pela subida exponencial depois da abertura dos estores, nada como a energia solar para aquecer uma casa…

Tags: ,

{ 1 comment to read ... please submit second! }

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Diferenças de temperaturas em casa » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *