Fecho de estores

Nas noites frias, o fecho dos estores é essencial. O fecho deve ser completo, para que se crie mais uma barreira térmica, funcionando o espaço entre a janela e os estores como uma autêntica caixa de ar. Os estores devem ser fechados logo que termine a exposição solar, e em que a ilumição exterior já não contribua para a iluminação interior. O mesmo se diz das cortinas, que incrivelmente também cortam as trocas de calor. A excepção será a da existência de radiadores por debaixo das janelas, e nesse caso, quando o radiador está ligado, as cortinas deverão estar abertas. De manhã, a estratégia pode ser mais complexa, se houver benefício da iluminação exterior. Em qualquer caso, o benefício térmico dos estores é apenas maximizado quando são completamente fechados.

Para evidenciar a forma como o fecho dos estores funciona como verdadeira caixa de ar, fizemos uma experiência simples. Numa das noites anteriores colocamos dois termómetros, um fora dos estores e outro entre os estores e as janelas. No gŕafico abaixo, a evolução da temperatura fora do estore está representada a azul, e entre os estores e a janela, a vermelho.

A temperatura junto à janela é sempre superior no gráfico, por estar mais recolhido, mas porque também beneficia da troca de calor entre o interior e o exterior. Quando os estores foram fechados, nota-se um aquecimento do espaço entre a janela e o estore. Tal resulta das percas de calor na janela, que vão aquecer esse espaço exterior. Quanto menor for esse aquecimento, melhor será o isolamento da janela.

Durante a noite evidencia-se uma grande estabilidade na variação da temperatura na “caixa de ar”. Na verdade, só momentaneamente a temperatura desce abaixo da temperatura aquando do fecho dos estores. Ao final da madrugada, a diferença de temperatures chega a atingir 3ºC! Quando finalmente se abrem os estores de manhã, a temperatura desce ligeiramente, mas volta a subir com a subida da temperatura exterior.

Iremos repetindo estas experiências, com sucessivas medições, em pontos distintos, para melhor compreendermos as trocas de calor nas janelas, que são um dos maiores pontos de fuga de calor nas nossas habitações, como evidenciamos aqui.

Tags: ,

{ 4 comments to read ... please submit one more! }

{ 4 Pingbacks/Trackbacks }

  1. A barreira térmica das cortinas » Poupar Melhor
  1. Prevendo o tempo » Poupar Melhor
  1. Previsão do tempo hora a hora » Poupar Melhor
  1. Estores fechados no Verão » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *