Consumo electricidade em período de férias

Como relatamos neste artigo, antes de partirmos este ano de férias, conseguimos deixar o congelador do frigorífico desligado. O objectivo era mesmo deixar todo o frigorífico desligado, mas por mais que uma razão, tal não foi possível.

Tal permitiu analisar o comportamento do consumo de electricidade da casa, num cenário em que apenas ficou a funcionar praticamente o frigorífico. Na imagem abaixo estão expressos os valores de consumo de electricidade de quatro dias de meados de Agosto. Aí se verifica um consumo mínimo ligeiramente acima dos 30 Wh, observando-se subidas periódicas, que correspondem ao frigorífico.

Consumo electricidade em período de férias

Tais subidas já aqui foram observadas anteriormente, como por exemplo neste artigo. Todavia, observa-se apenas um primeiro patamar de consumo, o que reforça a hipótese que avançamos anteriormente de que cada um dos patamares de consumo corresponderia a um dos compressores.

O gráfico de consumo reforça as vantagens de deixar o frigorífico desligado nos períodos de férias. Ainda que só do congelador, como foi o nosso caso. Ainda assim, ter deixado o frigorífico ligado correspondeu a um importante consumo diário, cerca de metade dos 1,5 KWh consumidos durante estes dias de férias. Tal significa que o valor da electricidade diário na nossa casa desocupada foi de cerca de 25 cêntimos.

Considerando que o consumo do compressor do congelador é semelhante ao do frigorífico, como se observou anteriormente, e que se descontam os 30 Wh de consumo de base, a poupança de desligar o congelador durante três semanas terá sido de, aproximadamente:

(21 dias x (1,5 – (0,03 * 24))Kwh x 0,1323 € ) + IVA = 2.67 €

Convenhamos que estava à espera que fosse um pouco mais… Ainda assim, há as vantagens da diminuição do consumo, em função da retirada do gelo, que terá efeitos a partir de agora…

Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *