Controlando a tensão

Depois da minha última visita ao médico, fiquei determinado a controlar os meus níveis de tensão. Como uma das minhas máximas passa por medir tudo e mais alguma coisa, e como até já tinha um medidor de tensão cá em casa, toca a utilizá-lo!

No meio do processo, já tive que trocar as pilhas ao medidor, mas o conjunto de registos evidenciam que a minha determinação deu resultados. Como se pode observar pelo gráfico abaixo, os meus níveis de tensão, que nos primeiros dias depois da consulta registavam valores mais elevados, estabilizaram em torno dos 120/80 mmHg, o valor ideal segundo este artigo.

Para isso contribuiu essencialmente a redução substancial no consumo de cafeína. A actividade física não variou significativamente, e o resto da alimentação não foi significativamente alterada. Ainda tenho que melhorar mais nestes aspectos, mas entretanto irei continuar a monitorizar os meus níveis de tensão, embora não tão frequentemente como nos últimos dois meses.

A minha tensão arterial nas últimas semanas

A minha tensão arterial nas últimas semanas

Tags:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *