Custos da potência contratada

Custo potência contratada

Custo potência contratada

Na mudança que se está a fazer para o mercado liberalizado da electricidade, são vários os factores que se têm que comparar. A forma mais simples é introduzir os nossos valores de consumo no simulador da ERSE, mas se quisermos fazer a nossa própria análise, então devemos analisar as ofertas existentes, e que referimos aqui.

Neste artigo vamos analisar o custo da potência contratada. Como dissemos há muito tempo, a redução da potência contratada é uma das formas mais rápidas de começar a poupar no custo da factura da electricidade. No gráfico acima (clique para ver melhor), relativo aos valores da potência contratada para os vários tarifários disponíveis, facilmente se percebe que quanto maior a potência instalada, maior o custo mensal. Note-se que aos valores do gráfico, acresce o IVA.

Da análise dos valores para cada um dos escalões de potência, facilmente se percebe que a oferta da EDP, no mercado liberalizado, é consistentemente a mais económica. As restantes ofertas são idênticas às do Mercado Regulado, ou então mais próximas. Reparem que as diferenças são maiores para os valores de potência mais elevados, sendo que na potência mais elevada, a diferença do tarifário mais económico, para o Mercado regulado, é já superior a 2 euros por mês.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *