Mistura de pilhas

A combinação da utilização de pilhas de diferentes tipos dá quase sempre mau resultado. Nem sequer me estou a referir a misturas entre AA e AAA, por exemplo. O problema é quando se misturam, por exemplo, pilhas alcalinas com recarregáveis. Mesmo entre estas últimas, não misture pilhas NiMH e NICd. Irrelevante, é normalmente a marca das pilhas, mas se possível, também não as misture.

Quando junta pilhas do mesmo tipo, que não são novas, verifique que o nível de carga é semelhante. Se assim não for, a pilha com menos carga gastar-se-á mais rapidamente. O mesmo se aplica a pilhas recarregáveis, sendo desejável, para simplificar, carregá-las todas ao mesmo nível, previamente ao seu uso.

As mesmas preocupações devem existir quando se carregam pilhas recarregáveis. A primeira preocupação deverá ser a de garantir que só carrega pilhas NiCd em carregadores NiCd, e pilhas NiMH em carregadores NiMH. Como os carregadores carregam normalmente pilhas aos pares, certifique-se também que está a carregar pilhas da mesma capacidade. Quando se misturam pilhas de capacidades diferentes, a pilha com maior capacidade não será carregada totalmente, enquanto a pilha com menor capacidade terá um período de vida útil menor.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *