Não deite pilhas boas fora

Muitas vezes deparamo-nos com aparelhos que necessitam das suas baterias substituídas, porque deixaram de funcionar. Seja um comando remoto, um rádio portátil, ou um qualquer brinquedo de criança… Apressamo-nos a substituí-las, muitas vezes sem equacionarmos se elas estão realmente terminadas.

Quando um desses aparelhos, com duas ou mais pilhas, deixa de funcionar, antes de deitarmos as pilhas no pilhão, devemos analisá-las. Algumas pilhas mais caras têm um indicador que permite ver o seu nível de carga. Mas a forma mais correcta de verificar o seu nível de carga é recorrer a um multímetro. Vai ficar espantado em verificar que, quase sempre, apenas uma das pilhas do conjunto está realmente esgotada.

As pilhas alcalinas de 1.5V normalmente esgotam-se a 1.1V, pelo que a análise no voltímetro permitirá concluir se as baterias ainda detêm alguma energia. As pilhas recarregáveis são mais difíceis de avaliar, dado que registam quase sempre 1.2V, pelo que não é fácil distinguir se estão ou não carregadas. Mas para estas últimas há uma solução fácil quando tal acontece: recarregá-las!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *