Temperaturas à janela

Em artigos anteriores equacionamos a questão da colocação dos radiadores numa habitação. Entretanto, fomos efectuando experiências da evolução das temperaturas fora dos estores, entre os estores e a janela, e dentro da janela. Agora a investigação é no sentido de avaliar a evolução da temperatura interior, aquando do aquecimento de uma divisão.

Na imagem abaixo podemos observar a temperatura junto à janela, em duas localizações distintas. A azul a temperatura a cerca de 50 cm do chão, e a vermelho a temperatura imediatamente acima da janela, a cerca de 2 metros de altura. Como se sabe, o ar quente sobe e a temperatura é sempre superior acima da janela. No dia 10 a temperatura em baixo sobe rapidamente, mas por influência da luz solar desse dia. Note-se que quando o aquecimento é ligado, a temperatura em cima sobe rapidamente, e num valor muito superior à do termómetro inferior. Enquanto em cima a subida foi no máximo claramente superior a um grau, a subida em baixo foi inferior a meio grau centígrado. Depois de desligado o aquecimento, a descida foi quase tão rápida quanto a subida…

O diferencial de arrefecimento que aqui verificamos, junto à parede e janela exterior da divisão é claramente evidente. Ele será maior tanto quanto maiores forem as percas de calor. A luta nestes dias frios de Inverno é, pois, como minimizar este fenómeno de arrefecimento junto à parede exterior, minimizando ainda a corrente de ar frio no chão, entre a parede exterior e o radiador do outro lado da divisão. Disso daremos conta em próximos artigos.

Tags: ,

{ 1 comment to read ... please submit second! }

{ 1 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Temperatura mais alta no tecto » Poupar Melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *