Melhorar o Touchpad do ASUS k53sv

Uma das grandes vantagens de utilizar o OSX da Apple é o cuidado e trabalho a que se deram para reduzir o número de gestos necessários para efetuar uma ação no sistema operativo. Atualmente é possível com combinações simples de 3 e 4 dedos no touchpad da Apple mostrar as janelas todas ao mesmo tempo, mudar entre espaços de trabalho ou abrir uma lista com todas as aplicações disponíveis.

A redução da quantidade de vezes que têm de mover e arrumar janelas, fazer uma combinação de teclas ou clicar no botão do rato poupa-nos essencialmente algo que não vão poder comprar novo: o nosso corpo humano.

Há uns anos sofria bastante com um mal derivado da forma intensiva como usava o rato, touchpad e teclado. Este mal levou-me a repensar os meus hábitos de utilização e aprender os atalhos oferecidos pelos sistemas operativos. O Windows XP que ainda tenho de usar no escritório não tem nada do que a Apple oferece e por isso tenho de usar outras táticas, mas isso fica para outra altura.

O Ubuntu, uma distribuição baseada em Linux, já no passado se tinha mostrado bastante amigável nestes e outros aspetos. Neste momento, a grande razão pela qual este não é o meu único sistema operativo é mesmo porque a Apple nos continua a recusar uma versão para Linux do iTunes, o seu gestor para o iPhone, Apple TV e iPod. Podem resmungar comigo o que quiserem, mas o iPhone continua a ser o meu smartphone preferido e o OSX e o iOS os meus sistemas operativos preferidos. Mas não podemos ter tudo.

Os preços dos portáteis da Apple são proibitivos e a diferença só se justifica pela qualidade do equipamento, como os ecrãs retina e da possibilidade de usufruir de um sistema operativo totalmente adaptado e estudado para o equipamento que temos. Enquanto os outros sistemas operativos se dedicaram a abranger o maior número possível de especificações de Hardware, a Apple focou-se em garantir uma experiência de utilizador sem problemas num conjunto muito especifico e reduzido de Hardware.

Pesquisei a internet e fui encontrando algumas afinações que permitem transformar o Ubuntu e Windows 7 para termos algumas das facilidades que vêm por omissão no OSX da Apple.

No caso do Windows 7 no meu ASUS k53sv descobri que não podia fazer a atualização da versão do driver do Touchpad. Este modelo de ASUS traz um touchpad identificado como a versão 3 de Hardware da Elan Tech e o driver que prefiro é a versão 8.5.0.3 por ter mais opções configuráveis:

  • Mudar entre aplicações com 3 dedos;
  • Mudar página com 3 dedos;
  • Scroll vertical e horizontal com 2 dedos.

A nova versão do driver muda este funcionamento e, na ânsia de imitar a Apple no ascetismo de opções, não disponibiliza tantas opções de configuração como na anterior, errando nas que deixa de permitir a configuração. Alguns computadores com Windows já vêm com esta versão, mas há algo que o OSX me dá quando navego e que acelera muito o uso: clique no botão do meio.

Poder utilizar um terceiro botão permite-me, por exemplo, no Firefox abrir todos os links numa nova Tab e fechar essa Tab sem ter de carregar especificamente na cruz vermelha de fecho da Tab. Isto parece picuinhas, mas se entenderem que o custo dos movimentos do rato vem da precisão exigida e não dos movimentos largos, percebem porque os gestos e estas facilidades me são tão queridas.

No Ubuntu, no painel de controlo do sistema operativo há uma opção que permite ligar o scroll com 2 dedos nos touchpads reconhecidos sem terem de se preocupar com a versão correta do driver, mas podemos também inverter o movimento da página com os 2 dedos para aquilo a que a Apple chamou de natural scrollPara isso vão ter de desenferrujar a vossa capacidade de seguir instruções e esquecer o medo de estragar alguma coisa. O caminho daqui para a frente incluí instruções que alteram o sistema operativo.

Para alterarem a direção de scrolling terão de criar um ficheiro no vosso utilizador chamado .Xmodmap. Abram uma linha de comandos (CTRL + ALT + T) e escrevam:

cd ~

nano .Xmodmap

Alterar o .Xmodmap com o nano

Alterar o .Xmodmap com o nano

O comando nano abre-vos um editor e cria-vos ou edita-vos o ficheiro .Xmodmap. No editor devem acrescentar uma única linha:

pointer = 1 2 3 5 4 6 7 8 9 10 11 12

Carreguem em CTRL + X e respondam Y à pergunta. Não se preocupem com a ordem dos números. Trocar o 5 com o 4 é precisamente o que faz o truque.

Para ativarem o 3 botão do rato podem seguir 2 caminhos:

  1. Instruções da linha de comando;
  2. Instalar o Synaptiks a partir do Ubuntu Software center.

No meu Ubuntu já experimentei as 2. A primeira opção foi a que fiz primeiro. Porque já tinha andado a espiolhar as funcionalidades do Elan Tech Touchpad e assim nada daquilo era estranho para mim.

A segunda versão é menos complexa, mas faz exatamente a mesma coisa adicionando-vos mais uma série de opções, como clicar nos cantos do Touchpad, algo que eu não quero nem ver.

{ 2 comments to read ... please submit one more! }

{ 2 Pingbacks/Trackbacks }

  1. Áreas de trabalho virtuais no Windows 7 » Poupar Melhor
  1. Um Apple Magsafe para todos » Poupar Melhor

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *