Desmontando os argumentos da ERSE

Agora, que os Portugueses começam a receber as primeiras facturas de electricidade de 2014, já com os valores de kWh deste novo ano, todos se começam a aperceber do enorme barrete que nos foi impingido!

Já havíamos também aqui analisado que uma das justificações para esse aumento era a descida do consumo, que afinal não se verificou.

Hoje, estamos em condição de desmistificar mais um dos argumentos da ERSE. No comunicado de justificação da subida de preços, a ERSE anuncia como o principal factor para a subida de preços, no final da página 3:

  • Os custos associados à componente de energia em 2014 permanecem num nível tarifário elevado em resultado dos preços da energia primária nos mercados internacionais, designadamente do Brent, com implicações no preço do gás natural. Sendo as centrais de ciclo combinado a gás natural a tecnologia tendencialmente marginal no MIBEL, o custo variável de produção de eletricidade destas centrais a partir de gás natural constitui o custo de oportunidade da componente de energia e consequentemente pressionam os preços de energia no MIBEL.

O problema, é que no documento mais extenso, se explica a importância do factor preço de petróleo. Atente-se no que é dito nas páginas 66 e 67 do PDF:

  • A evolução do preço de energia elétrica no mercado spot ibérico e o preço do petróleo tem apresentado alguma correlação, como é percetível na Figura 3-10, principalmente até 2009. Desde então, verifica-se um distanciamento entre a evolução dos preços de energia elétrica no mercado spot ibérico e a evolução do preço do petróleo.
  • A observação da Figura 3-11 reforça a conclusão de que o impacte do preço do petróleo na formação do preço de energia elétrica é cada vez menor.
  • Observa-se igualmente que a amplitude do aumento do preço do petróleo tem-se refletido de uma forma cada vez menos acentuada no aumento do preço da energia elétrica.

E agora, em que é que ficamos? Para subir os preços, o preço do petróleo é determinante. Mas, na correlação entre o preço do petróleo e o preço da electricidade, há muito que ela não se verifica!

Portanto, a electricidade tem que subir porque o preço do Brent se vai manter alto, mesmo que este já não tenha grande correlação com o preço da electricidade??? A própria imagem abaixo, retirada da página 67 do PDF anterior é muito clara:

Relação entre preço do Brent e preço da electricidade no mercado

Relação entre preço do Brent e preço da electricidade no mercado

Tags:

{ 3 comments to read ... please submit one more! }

  1. Caros, para quando um plugin para podermos partilhar via facebook?
    Obrigado!

  2. Amigo Joao,

    Não é nosso costume deixarmos os comentários no Poupar Melhor sem resposta. A razão pela qual desativámos as ligações ao Facebook estão relacionadas com os atrasos que essas ligações provocavam na apresentação da página. Talvez seja altura de revisitarmos o tema.

  3. de facto há um desfasamento entre o preço do petróleo e o da energia. curioso é que se tem visto um desfasamento entre o preço do petróleo e o do gas, muito por causa do shale gas americano. seria interessante ver a correlação com o preço de gás, mas penso que o gas não é comprado em mercado spot (posso estar errado), mas sim contratualizado a mais longo prazo, o que implicaria uma maior estabilidade de preços, para o bem e para o mal…

{ 0 Pingbacks/Trackbacks }

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *